Indaiatuba

Azul Cargo atingirá 2 mil cidades e número de lojas deve chegar a 50

A pauta contém 12 itens, que incluem questões salariais, o Plano Municipal de Educação, plano de carreira, fixação da data-base em 1º de março, a jornada de trabalho, direito sindical, férias, proposta pedagógica, professores em sala de aula, concurso público, pós-graduação e análise dos projetos. “A secretária já conhecia bastante das reivindicações, pois ela havia passado nas escolas e conversado com os professores”, relata. “E já se comprometeu, por exemplo, em remunerar as atividades realizadas aos sábados. Esse é um pedido antigo nosso, pois, apesar de nossa jornada ser apenas de segunda a sexta-feira, éramos convocados aos sábados e isso entrava nos 200 dias letivos. Ela não soube informar quando isso vai acontecer, mas deve ser ainda este ano.” Segundo Rosiana, a secretária também realizará estudos, junto com sua equipe, para que os professores gozem as férias integrais no mês de janeiro e não parcialmente em dezembro, como ocorre atualmente. A reclamação é que, com o excesso de pontos facultativos e feriados no fim do ano, o educador perde cerca de dez dias de férias. “Também pedimos uma maior abertura para a representação do sindicato na Prefeitura, inclusive com a escolha de representantes em cada escola. Ela ficou de verificar a legalidade e responder”, declara. “Há a possibilidade de estender a GPAP (Gratificação de Produção e Aperfeiçoamento Profissional) para todos os funcionários do Magistério.” São ainda citados o piso salarial de R$ 950 para a menor jornada de trabalho, a reposição de perdas salariais de 2000 a 2009, a incorporação do Adicional de Nível Universitário (30%) ao salário base, a equiparação da hora aula com o docente 3, o incentivo ao aperfeiçoamento, a realização de concurso público para docente 1 e a redução da quantidade de projetos durante o ano letivo. As professoras pedem também que o Plano Municipal de Educação seja encaminhado à Câmara para apreciação, já que ele está pronto desde 2003, bem como implantação do plano de carreira. A secretária informou, através da Assessoria de Comunicação Social da Prefeitura, que ainda está analisado as reivindicações.


Fonte:


Notícias relevantes: