Indaiatuba

Vacina contra gripe A é prorrogada para 3 grupos

Três roubos em três dias marcaram o início da semana em Indaiatuba. Nos roubos, contra uma residência, comércio e contra um pedestre, bandidos levaram mais de R$ 22 mil em dinheiro, mais cheques, joias e eletrônicos. Uma das vítimas escapou da morte, já que o revólver do bandido não disparou. Ninguém foi preso. Na tarde de segunda-feira, dia 19, um comerciante de 65 anos, escapou da morte em um roubo. Ele estava na Avenida Presidente Vargas, na Vila Vitória I, com seu veículo Corsa em frente ao banco Itaú, quando surgiram dois bandidos ocupantes de uma moto Honda Twister preta. O garupa apontou-lhe um revólver e anunciou o assalto dizendo para que ele passasse tudo o que tinha. O comerciante respondeu que não tinha nada. Mas o bandido insistiu e em seguida acionou o gatilho. Para a sorte do comerciante, o revólver não disparou. Não tendo outra alternativa, o comerciante entregou ao assaltante a importância de R$ 19.850 e também o valor de R$ 445 em cheques de clientes e outro cheque de R$ 31.936. Praticado o roubo, os bandidos fugiram com a moto em direção à Rodovia Santos Dumont (SP-75). Na noite de terça-feira, dia 20, um engenheiro de 56 anos, morador no Jardim Pau Preto, contou que no momento em que abriu o portão da residência ao chegar do trabalho foi surpreendido por três indivíduos que o abordaram e juntos entraram na casa, onde renderam também a esposa, filho e enteada, mantendo-os reféns. O engenheiro foi levado para o quintal da casa, onde permaneceu vigiado por um dos bandidos com a arma apontada em sua direção, enquanto outros dois comparsas, também armados, reviraram todas as dependências da casa em busca de objetos de valor. Os bandidos encontraram dois vídeogames, joias, talão de cheques e R$ 500 em dinheiro, além de três celulares, filmadora, câmeras fotográficas, câmera digital e roupas. Segundo o engenheiro, um dos marginais ficou o tempo todo ao celular, passando informações para outro integrante da quadrilha, que estaria do lado de fora. Depois de roubarem o que queriam, os bandidos trancaram todos os familiares em um quarto da residência, trancaram o portão e levaram as chaves.


Fonte:


Notícias relevantes: