Indaiatuba

CMS votará mudança do PSF 59 para o Parque Corolla na quarta

Para evitar que os motoristas que trafegam pela Rua Alberto Santo Dumont sejam surpreendidos por um buraco que existe na via, entre as ruas 5 de Julho e Voluntário João dos Santos, moradores que residem no local se anteciparam ao serviço de tapa-buraco da Prefeitura e, com pedras e cacos de telha, improvisaram a solução. A reportagem da Tribuna esteve no local na manhã de ontem, dia 26, e pode constatar o trabalho feito pelos moradores. O responsável pelo “tapa buraco popular” não estava no local, mas vizinhos afirmam que a situação começou a ficar ruim em maio. Nesse intervalo de dois meses, o serviço de recapeamento esteve no local, mas, com as chuvas que atingiram a cidade nas últimas semanas, todo o asfalto que havia sido colocado na rua foi deteriorado. Há 15 dias, buscando uma solução na Secretaria Municipal de Obras e Vias Públicas, a solução encontrada pelos moradores foi tentar suprir a ausência de asfalto com os pedaços de telha. A Prefeitura explica, por meio da Assessoria de Comunicação Social, que os motivos que fazem com que o asfalto utilizado nas ruas da cidade se deteriore tão rápido são infiltrações de água, reparos feito de maneira errada e excesso de trânsito. Ainda de acordo com a administração municipal. O material utilizado na cidade é comprado em usinas e tem “controle de qualidade”. Embora tenha declarado que um dos fatores que comprometem a durabilidade do asfalto é o excesso de trânsito, a Prefeitura diz que o asfalto suporta o grande fluxo de veículos, devido ao “controle de qualidade”, mesmo em casos de veículos pesados, como caminhões e ônibus.


Fonte:


Notícias relevantes: