Indaiatuba

Rede de varejo faz grande liquidação na sexta

Conforme o relato de um empresário do setor que não quis se identificar, o valor cobrado pelo Fundo Municipal de Habitação acaba incidindo no custo da construção, fazendo com que o valor seja elevado. “Isso faz com que o tributo a ser pago à administração tenha que ser dividido com o consumidor final”, cita. Outra questão levantada pelo mesmo empresário é o prejuízo que os empreendedores acabam tendo. Como a lei cita obras antigas, o valor não foi colocado no projeto, e isso faz com que apenas o dono da obra tenha que arcar com o prejuízo. Questionado sobre a decisão judicial, o secretário de Habitação, Gervasio Aparecido da Silva, não comentou o caso. De acordo com a Assessoria de Comunicação da Prefeitura, a administração ainda não foi notificada sobre o caso e só irá se pronunciar após a notificação.


Fonte:


Notícias relevantes: