Indaiatuba

Colégio Objetivo faz concurso de bolsas

Além da orientação ao usuário, a oficina trará uma palestra com a professora doutora Júlia Kenj, assessora técnica do Ambulatório de Diabetes do Albert Einstein e ex-coordenadora do Programa Hiperdia do governo do Estado. A palestra ocorrerá em dois horários. O primeiro será às 10h, voltada aos portadores de diabetes e a segunda às 15h, para profissionais de saúde e público em geral. Entre os assuntos abordados estão os conceitos básicos sobre a doença, o monitoramento e as inovações tecnológicas no tratamento do diabetes. Segundo dados de junho, levantados pela própria associação, Indaiatuba possui cerca de 18 mil diabéticos. A oficina, segundo Apolinário, tem como missão cultivar no diabético e na população em geral uma política educacional mais eficiente. “Hoje, no Brasil, são gastos cerca de 2,5 mil dólares por paciente em caso de amputação”, comenta. “Se existisse um trabalho preventivo mais adequado quanto ao tratamento da doença, cada paciente diabético custaria R$ 13 aos cofres do País.” A oficina tem o apoio da Faculdade Max Planck, Rede Drogasil, Frutalcenter, Elétrica Continental, Posto Indaiá, Elias Transportes, MB Seguros, Infotec e Solfid Tintas. O patrocínio é da 100% Video. A unidade 2 da Faculdade Max Planck, onde ocorre a palestra, fica na Avenida 9 de Dezembro, 406, no Jardim Leonor.


Fonte:


Notícias relevantes: