Indaiatuba

Grupo consegue mil assinaturas e luta por melhorias no transporte

Canela foi morto durante roubo na manhã do dia 11. Ele participou de um assalto contra uma residência no Jardim Morada do Sol, em que houve troca tiros com a Polícia Militar. Um comparsa conseguiu fugir pelos fundos da casa e um terceiro indivíduo, que comandou o assalto pelo telefone celular, também escapou. Nada foi levado da residência. As vítimas foram abordadas enquanto estavam na garagem e chegaram dois indivíduos armados em duas motocicletas. Ambos entraram na residência e renderam as vítimas, que contaram que o tempo todo os assaltantes rodavam os tambores dos revólveres para intimidá-los. Eles diziam que se ambos não entregassem o dinheiro iriam morrer. Um vizinho, percebendo que a família estava sendo assaltada, acionou a Polícia Militar. Enquanto as viaturas deslocavam-se rapidamente para o local do roubo em andamento, as vítimas perceberam que havia um terceiro indivíduo do lado de fora da casa, que coordenava toda a ação pelo telefone celular. Foi ele quem avisou os assaltantes que estavam dentro da casa sobre a chegada das viaturas. O indivíduo que estava do lado de fora da casa conseguiu fugir. Os outros dois, armados, pretendiam deixar a residência, mas não tiveram tempo. Um dos policiais pediu que os acusados abaixassem as armas e se entregassem. Porém, Canela estava abaixado atrás de uma caminhonete e atirou contra duas viaturas da PM, mas sem ferir os policiais e sem atingir os veículos. Os policiais revidaram os tiros, que atingiram o adolescente com dois tiros: um atingiu o abdômen e outro o peito. O comparsa conseguiu fugir pelos fundos da casa, sem ser identificado.


Fonte:


Notícias relevantes: