Indaiatuba

Cidade vacina mais de 20 mil crianças

Indaiatuba voltou a subir no ranking de qualidade de vida do Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM), divulgado pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) no último domingo, dia 26. Do terceiro lugar geral do ano passado, quando conseguiu uma média de 0,9177, a cidade agora ocupa a segunda posição no ranking de todos os municípios brasileiros, com índice 0,9297. Os dados da nova pesquisa são referentes ao ano de 2007. Indaiatuba é a melhor cidade da Região Metropolitana de Campinas (RMC) na tabela. O primeiro lugar geral ficou com o município de Araraquara, com 0,9347. Indaiatuba chegou a ocupar o primeiro lugar em 2005, quando alcançou o índice de 0,9368. Para determinar o índice, são estudados três indicadores: emprego e renda, educação e saúde. Em emprego e renda são analisados números de gestão de emprego formal, estoque de emprego formal e salários médios. Em educação são levadas em consideração as taxas de matrícula na educação infantil, de abandono, de distorção de série-idade, percentual de docentes com nível superior, média de horas aula diárias e resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Em saúde, as análises são sobre o número de consultas pré-natal, óbitos por causas mal definidas e óbitos infantis por causas evitáveis. O índice obtido por Indaiatuba em 2007 foi de 0,9297 (Veja quadro abaixo), um aumento de 1,5% em relação ao ano anterior, quando o Município obteve o valor de 0,9177. Com o resultado, a cidade subiu da terceira para a segunda posição em qualidade de vida em todo o Brasil. O índice nacional foi de 0,7478. Indaiatuba ficou atrás apenas de Araraquara.


Fonte:


Notícias relevantes: