Indaiatuba

Consumidora encontra insetos em cereal

A mesma posição é compartilhada pelo médico sanitarista e administrador hospitalar José Esteves de Amorim. Para ele, além do suporte das UBSs, o novo pronto-socorro deve contar com a ajuda também da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), que será instalada no Jardim Morada do Sol. “Se os tipos de atendimentos forem redirecionados corretamente, a ampliação do PS do Haoc alcançará seu objetivo e passará a prestar um atendimento melhor”, conta. “Se esse redirecionamento acontece, o Haoc receberá apenas as emergências e os casos que forem encaminhados pelas UBSs e pela UPA, então terá seu caráter de pronto-socorro estabelecido”, revela. Além disso, Amorim prega também a atenção a programas preventivos em saúde. Segundo o médico, se existir, dentro das Unidades Básicas de Saúde, ferramentas efetivas de medicina preventiva, a vida útil do novo pronto socorro pode ser estendida. “O PS da maneira como é hoje é defasado em até 30 anos. Tudo ali está errado. Depois do aumento do novo PS, se as medidas necessárias em prevenção em saúde forem implantadas para evitar que tudo seja direcionado ao Haoc, a defasagem futura pode demorar mais a acontecer”, conta.


Fonte:


Notícias relevantes: