Indaiatuba

Evento discute direitos da mulher na sexta-feira

Em uma assembleia realizada na tarde de quinta-feira, dia 21, em Indaiatuba, pelo Sindicato dos Varejistas de Campinas e Região, os proprietários de comércios da cidade não aceitaram a proposta de 7,5% de aumento para auxiliar e empacotador e 8% para o restante dos funcionários que atuam no comércio indaiatubano. Por causa disso, a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria não será fechada antes do próximo feriado, dia 2 de novembro, dia de Finados, e as lojas correm o risco de sofrer nova intervenção da Justiça do Trabalho. Confira a matéria completa na edição impressa de amanhã, do Jornal Tribuna.


Fonte:


Notícias relevantes: