Indaiatuba

Morre chefe de gabinete da presidência da Câmara

A discussão alterou tanto os ânimos de Cebolinha que este, enquanto fazia o uso da palavra, negou um aparte pedido por Linho (PT). Até a sessão da semana passada, toda vez que um dos dois pedia a palavra, o outro só faltava colocar um tapete vermelho no caminho entre a mesa e a tribuna. Ao contrário do que fez o “colega” de Casa, logo após ter recebido um “não”, Linho concedeu aparte a Cebolinha.


Fonte:


Notícias relevantes: