Indaiatuba

Hospital recruta pacientes com HIV para testes

A coleta de dados para o Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), prevista para terminar amanhã, dia 31, continuará pelo menos por mais uma semana em Indaiatuba. O adiamento foi motivado pela descoberta de fraudes praticadas por alguns recenseadores, que manipularam dados de residências de 18 dos 242 setores domiciliares de Indaiatuba. Estes funcionários foram demitidos e, com isso, 26 novos supervisores e cinco novos recenseadores foram contratados e as casas envolvidas nestas fraudes serão revisitadas para a coleta dos dados e para a correção das informações. Em entrevista exclusiva à Tribuna, a técnica em informações geográficas e estatísticas e também coordenadora municipal do IBGE, Denise Sernaglia, conta que a descoberta das fraudes aconteceu principalmente quando moradores que ainda não haviam sido recenseados ligaram para que a entrevista fosse agendada. “Em alguns casos, moradores de uma rua ligaram para agendar a entrevista alegando que o recenseador não tinha passado nas casas, mas quando consultávamos nossos dados, havia informação sobre os domicílios em questão. A partir daí concluímos que havia fraude nas informações”, conta. A partir disso, supervisores passaram a confrontar os dados de diversos setores domiciliares e constataram outras irregularidades. Em alguns casos, recenseadores consultaram listas telefônicas e inventaram dados de cada domicílio em determinadas ruas. Até assinaturas foram falsificadas pelos funcionários do IBGE.


Fonte:


Notícias relevantes: