Indaiatuba

Entrega de carnês do IPTU tem início amanhã via Correios

Um menino de 9 anos foi atingido por um bala na perna esquerda quando estava na garagem de sua residência, no Jardim Hubert. A Polícia não sabe se o ferimento foi causado por uma bala perdida ou disparo acidental. O garoto passa bem. O estudante P.G.G.S., de 9 anos, deu entrada no pronto-socorro da Unidade de Pronto Antedimento Dr. Mario Paulo (Mini-Hospital) na tarde de terça-feira, dia 9, com uma perfuração na coxa esquerda. De acordo com a ocorrência, durante o atendimento o garoto demonstrava-se bastante confuso e chegou a dizer ao médico que o ferimento teria sido provocado por uma bomba de artifício. O médico constatou que a perfuração, com entrada e saída, foi provocada por projétil de arma de fogo. De acordo com a mãe do menino, a dona de casa Cristina Gomes Calado, 43 anos, mesmo não estando na residência no momento do acidente, as informações que recebeu foi de que o tiro teria partido de fora para a garagem da residência, o que caracteriza o disparo de uma bala perdida. No depoimento prestado na Delegacia Central, a mãe disse que o filho contou-lhe que estava na garagem da residência, quando percebeu que algo de anormal tinha ocorrido em sua perna esquerda, na altura da coxa, uma vez que sangrava. Neste momento, surgiu no local um indivíduo conhecido da família pelo apelido de Pilão, que ao perceber o ferimento levou o menino ao pronto-socorro do Mini-Hospital para receber os primeiros socorros. No começo da noite, o garoto foi encaminhado ao Hospital Augusto de Oliveira Camargo (Haoc), onde passou pela ala de ortopedia e após a constatação de que nenhum nervo havia sido afetado, teve alta.


Fonte:


Notícias relevantes: