Indaiatuba

Cota única do IPTU rende R$ 14 milhões

Nada de grandes shows ou apresentações teatrais. As comemorações do aniversário de 180 anos de Indaiatuba farão um resgate histórico dos eventos comemorativos do centenário indaiatubano, celebrado em 1930. A Prefeitura, em parceria com a Fundação Pró-Memória, divulgou a programação das comemorações durante coletiva de imprensa realizada na última quarta-feira, dia 24, no gabinete do prefeito. Serão seis dias de festividades em diversos pontos da cidade. De acordo com o diretor da Fundação Pró-Memória, Antônio Reginaldo Geiss, a ideia é resgatar a história de Indaiatuba, que se perdeu com o tempo. “A história da cidade precisa ser resgatada sempre, se não fizermos isso, a população perde o interesse em saber um pouco mais sobre como a cidade onde ela mora cresceu, como tudo surgiu, e isso não pode acontecer”, relata. Na programação também serão celebrados os 180 anos da Paróquia de Nossa Senhora da Candelária e os 80 anos do Hino de Indaiatuba. A programação começa no dia 6, às 9 horas, com a abertura da exposição Sabereto, uma mostra com quadros de objetos de Acrísio de Camargo. A mostra acontecerá até o dia 28 de fevereiro. Entre os destaques, ainda no dia 6, a programação conta ainda com a exibição do documentário Terra Querida e Venturosa, dirigido por Alessandro Barros e produzido pela Fundação Pró-Memória e pela Prefeitura, às 20 horas, nos Cinemas Multiplex Topázio. A comemoração ainda terá uma missa comemorativa dos 180 anos da Paróquia Nossa Senhora da Candelária no dia 12, às 18 horas, na Praça Leonor de Barros Camargo. Após a celebração, haverá baile com banda, assim como realizado nos anos 30. Também em comemoração ao aniversário da cidade, os Correios veicularão um selo especial durante o mês de dezembro.


Fonte:


Notícias relevantes: