Indaiatuba

Sindicato dos Metalúrgicos faz paralisação de produção na região

A licença para operar, documento emitido pela Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb), é a única liberação que falta para que a Usina de Leite Algemiro Elotarco Barnabé, instalada na Rodovia Cônego Cyriaco Scaranello Pires, bairro Mato Dentro, comece a funcionar. Como a emissão desse documento deve ficar pronta na próxima semana, os representantes da Cooperativa dos Produtores de Leite de Indaiatuba (Copli) acreditam que o local possa começar a fazer o processamento do leite no começo de janeiro. Segundo a consultora técnica da Cooperativa, Ana Tereza Traballi, assim que a documentação da Cetesb for liberada, será encaminhada para o Serviço de Inspeção do Estado de São Paulo (Sisp). “Após a entrega da documentação, em 15 dias nós conseguimos fazer com que a usina esteja funcionando. Como existe este período de final do ano, acredito que em janeiro as máquinas já vão estar recolhendo o leite do produtores”, revela. Para que todos os produtores interessados em vender a produção de leite de forma correta possam estar regularizados quando a usina começar a funcionar, é importante que cada um faça o seu cadastro. Ana Tereza afirma que esse cadastramento é importante para que o leite produzido possa fazer parte das vendas da cooperativa. “O pessoal está esperando a usina começar a funcionar para levar o leite até lá para começar a vender. Mas antes disso é preciso fazer um cadastro”, avisa. Para se cadastrar na Copli os interessados precisam se dirigir até a sede do Sindicato Rural de Indaiatuba, na Rua Bernardino de Campos, 318, Centro, e levar uma cópia do CPF, RG, comprovante de endereço e uma foto 3x4. Atualmente já existem 20 produtores cadastrados.


Fonte:


Notícias relevantes: