Indaiatuba

Do Leitor - Dia 6 de Março

Para o secretário, a reunião realizada na quarta-feira, dia 24, no Paço Municipal, mostrou que todos os envolvidos na discussão do projeto se mostraram satisfeitos. “Todos que participaram aparentaram estar satisfeitos com o que ficou definido. Se alguém reclamar que faltou algo, o problema vai ser da pessoa, pois, todos os pedidos foram atendidos”, revela. Reclamações devem ocorrer, já que a presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Indaiatuba, Jaciara Lages Dutra Lima, afirma que a categoria não está totalmente satisfeita com o conteúdo do projeto. Jaciara entende que os salários poderiam ser melhores, principalmente o básico, a retirada dos prêmios é ruim, a não contemplação do cartão cesta para todos os servidores não é o que a categoria gostaria e a forma como será feita a avaliação do funcionário para que ele suba de cargo não pode depender do superior direto. Conforme o que foi apresentado na reunião de quarta-feira, a licença prêmio será modificada. Os servidores deixam de ter o direito a três meses de férias ou três salários e passam a ter de escolher entre um mês de férias ou uma remuneração fixa que deve girar em torno de R$ 2.300. Como o projeto já está pronto e deve ser encaminhado para votação na próxima semana, a sindicalista revela que já pensa nas formas de como pode trabalhar esse assunto. “Esse é o principal ponto que nós vamos discutir na assembleia de amanhã (hoje). Nós não podemos aceitar isso, só que teremos de ver como conduzir essa conversa”, afirma. Para tratar sobre a reestruturação, o sindicato realiza hoje, na antiga sede do Sindicato dos Metalúrgicos, na Rua 5 de Julho, 1.552, Centro, a partir das 9 horas, uma assembleia para vai discutir o assunto.


Fonte:


Notícias relevantes: