Indaiatuba

Projeto de arborização urbana foca escolas locais

A coleta de dados para o Censo 2010 em Indaiatuba teve problemas. No final de outubro, a Tribuna noticiou com exclusividade que o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) havia descoberto que sete recenseadores fraudaram dados de 18 dos 242 setores domiciliares em Indaiatuba. Mais tarde, o instituto revelou que outros três setores também haviam sido fraudados, chegando a 21 em todo o Município. As descobertas adiaram a entrega dos resultados na cidade. A revelação das fraudes aconteceu, principalmente, quando moradores que ainda não haviam sido recenseados ligaram para que a entrevista fosse agendada. Quando os supervisores que atuam na cidade checaram com os dados já armazenados, viram que, em diversos setores, havia suspeita de fraudes, já que a residência em questão constava no banco de dados como recenseada. A partir disso, supervisores passaram a confrontar os dados de diversos setores domiciliares e constataram outras irregularidades. Em alguns casos, recenseadores consultaram listas telefônicas e inventaram dados de cada domicílio em determinadas ruas. Até assinaturas foram falsificadas pelos recenseadores.


Fonte:


Notícias relevantes: