Indaiatuba

Domingo tem caminhada do grupo Indaiandando

A mais descrente com o projeto é a presidente do Sindicato dos Servidores, Jaciara Lages Dutra Lima. Após afirmar que havia recebido apenas um rascunho do documento (é o mesmo recebido por todos os sindicatos), a sindicalista mantém as críticas ao projeto. Para ela, a questão das regras para a progressão e a licença prêmio precisam ser modificadas. Jaciara também questiona o sistema de avaliação proposto, que vai garantir a troca de cargos para os servidores. “Apesar de falar da progressão, o projeto não diz qual será o método de avaliação usado para que os funcionários possam trocar de função”, observa a presidente do sindicato. Outro ponto questionado é a substituição do pagamento das horas extras para o banco de horas. Segundo o projeto, dependendo do número de horas feita pelo funcionário, uma parte será paga e a outra vai para o banco.


Fonte:


Notícias relevantes: