Indaiatuba

Sem resposta, mães ‘aceitam’ morte dos filhos com cardiopatia

Não precisava ser muito esperto para saber que as contas municipais de 2007 teriam problemas no Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP). Em dezembro daquele ano a Tribuna divulgou inúmeras matérias sobre os gastos desesperados da Secretaria Municipal de Educação para “queimar” os 25% obrigatórios da Educação. Em uma das reportagens, o jornal levantou que a pasta estava gastando 13% do seu Orçamento somente em dezembro.


Fonte:


Notícias relevantes: