Indaiatuba

Morador no Vale das Laranjeiras obtém vitória judicial contra taxa

Um gato da raça persa foi morto por envenenamento na manhã de quarta-feira, dia 19, no Jardim do Sol, popularmente conhecido como Vila Mercedes. O animal, de propriedade de Daniela Cristina Costa Silva, de 31 anos, havia sumido no início da segunda-feira, dia 17. Após fazer uma procura pelas ruas do bairro, a dona do animal encontrou o gato morto na quarta-feira, próximo a sua casa. Logo depois que o gato foi encontrado, Daniela voltou para sua residência. Ao chegar na porta da cozinha ela viu o seu filho mais novo, de apenas 10 meses engatinhando bem próximo da porta de acesso a cozinha. Assim que se aproximou da criança, a proprietária do gato se deparou com um pedaço de peixe envolvido em uma grande quantidade de chumbinho, raticida que tem aparência de esferas de chumbo e é comercializado no Brasil de forma clandestina. Ela afirma que se não tivesse chegado a tempo seu filho poderia ter ingerido o veneno. “Além de matar o meu animal de estimação, a pessoa que fez isso poderia ter causado a morte de uma criança. Se eu não chegasse a tempo o meu filho poderia ter colocado o chumbinho na boca e morrido”, considera. A dona de casa não sabe se o pedaço de peixe com o veneno foi jogado para dentro de sua casa ou levado até lá por um dos seus outros três gatos.


Fonte:


Notícias relevantes: