Indaiatuba

Receita Federal realiza ação em imobiliárias de Indaiatuba

De acordo com a dentista, não existe um levantamento que aponte o número de profissionais da cidade que participam do projeto e nem quantas crianças já foram atendidas. Realizado em todo o Brasil, em países da América Latina e em Portugal, o projeto criado pelo cirurgião dentista Fábio Bibancos já atendeu 16,5 mil crianças e adolescentes, e possui mais de 10 mil profissionais credenciados. Mas não são todas as crianças que recebem o atendimento gratuito. Para conseguir o tratamento sem custo, os interessados precisam passar por uma triagem. Primeiramente é necessário que esta criança esteja matriculada em uma escola pública ou vinculada a alguma instituição. As crianças com problemas bucais graves, as mais carentes e mais próximas do primeiro emprego têm prioridade no atendimento. O tratamento é realizado no consultório do dentista voluntário e tem caráter curativo, preventivo e educativo.


Fonte:


Notícias relevantes: