Indaiatuba

Prefeitura quebra silêncio sobre caso BVA

Natale era palmeirense fanático, mas nunca jogou futebol na Sociedade Esportiva Palmeiras. Porém, já vestiu a camisa do Esporte Clube Primavera no final da década de 60 e início dos anos 70. O “apelido” veio da semelhança com o verdadeiro Paulo Borges, ex-ponta-direita do Corinthians, Bangú e que também teve passagem pelo Palmeiras, nas décadas de 60 e 70. Na época do colégio, era aluno exemplar, com as melhores notas da sala. Natale trabalhou em empresas como Clark e Singer. Ficou conhecido em Indaiatuba devido a sua presença nos jogos do Primavera no estádio Ítalo Mario Limongi, o Gigante da Vila. Mas não apenas por isso. Sua popularidade deve-se também à simpatia, bom relacionamento com os amigos e pelo gosto pelas bebidas, principal agente do sofrimento dos últimos tempos. A fama de Paulo Borges alcançou os limites da internet, com comunidades e até perfil próprio em sites de relacionamento e redes sociais. Com sua morte, a própria internet foi o principal veículo de informação e interação dos indaiatubanos. Mensagens pipocaram em todas as redes sociais, como Twitter, Facebook e Orkut. O grupo Indaiá-Dinossauros, do Facebook, foi um dos primeiros que comentaram a morte da figura indaiatubana, com seus membros postando fotos e relembrando momentos que passaram próximos da personalidade local.


Fonte:


Notícias relevantes: