Indaiatuba

Fatec terá sistema de cotas em vestibular

Criado com o objetivo de analisar os trabalhos realizados pelos vereadores em todo o Brasil, o Movimento Voto Consciente (MVC), Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip), que atua na cidade desde 2009, avaliou como “ruins” as ações desempenhadas pela Câmara no ano passado. Com base no estudo realizado a partir das informações obtidas durante as sessões realizadas no plenário da Câmara, o Movimento acredita que os parlamentares indaiatubanos poderiam fazer “muito mais” pela população local. Segundo a tradutora Norma Silva Telles do Valle, 60 anos, uma das três voluntárias que atuam pelo MVC em Indaiatuba, um fato que mostra que os trabalhos executados em 2010 não foram satisfatórios são os projetos de lei apresentados. Dos 54 projetos protocolados pelos vereadores durante todo o ano passado, 25 (46,29%) tratam apenas da sugestão de nomes de rua. Devido ao pouco tempo em que atua na cidade, o movimento ainda não dá notas individuais para os parlamentares, fato corriqueiro em outros municípios. Ao falar dos projetos dos vereadores em 2010, Norma entende que eles têm “pouca importância” para a população. “Os projetos muitas vezes não têm o mínimo de importância para a cidade”, opina.


Fonte:


Notícias relevantes: