Indaiatuba

Procon mudará de endereço em março

Questionado, o confeiteiro disse que estava guardando a droga para uma pessoa desconhecida. O flagrante foi presidido pelo delegado Alexandre Melfi, que determinou a escolta do acusado à cadeia do 2º Distrito Policial do São Bernardo, em Campinas. Após triagem, ele seria transferido ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Hortolândia, até a manifestação do Poder Judiciário. A droga foi levada ao Instituto de Criminalística (IC) de Campinas, que retornou com o laudo positivo para crack.


Fonte:


Notícias relevantes: