Indaiatuba

Projeto do Porto Seco continua suspenso

Prestes a completar 14 anos de existência, o Cirva realiza o tratamento de pacientes que sofrem com o autismo de vários estágios. “Alguns não podem receber alta, já outros conseguem ter uma vida normal, mas sempre com o auxílio das terapias. Muitos dos nossos alunos sofrem com o autismo mais severo, e é por isso que a doação vai nos ajudar muito”, descreve. Divididos em salas de, no máximo, seis alunos, os pacientes do Cirva são atendidos por 23 profissionais que ajudam a manter a entidade funcionando. O custo mensal para a manutenção da instituição é de pouco mais de R$ 40 mil, valor que é obtido por intermédio de convênios com o Município e ações como o Bazar da Pechincha, Oficina das Mães, um evento mensal que vende um tipo variado de comida por vez e o dinheiro recebido dos sócios-contribuintes. O Cirva fica na Rua Padre Bento Pacheco, 741, Centro. O telefone para mais informações é 3834-4685 ou 3834-3058.


Fonte:


Notícias relevantes: