Indaiatuba

Pacientes ficam sem remédio por problemas com fabricante

Outro lançamento nacional que chega a Indaiatuba é Eu sou o Número Quatro, do diretor D. J. Caruso, que fez Roubando vidas (2004), Paranoia (2007) e Controle absoluto (2008). John Smith é um jovem extraterrestre escondido na Terra, que está fugindo de inimigos que destruíram seu planeta natal. Mudando de identidade, trocando de cidade junto com seu guardião Henri, John é sempre o novato sem laços com o passado. Na pequena cidade de Ohio - que ele agora chama de lar - John encontra seu primeiro amor, a quem não pode revelar seu segredo. O jovem Alex Pettyfer faz o papel principal, sendo que seu trabalho anterior mais conhecido foi como protagonista de Alex Rider contra o tempo, de 2006, quando ainda era adolescente. Seu guardião Henri é vivido por Timothy Olyphant, que ficou conhecido na série Deadwood e depois fez o vilão de Duro de Matar 4.0. O interesse romântico de John é intepretado por Dianna Agron, a cheerleader de Glee. Teresa Palmer, de Aprendiz de feiticeiro e Um faz de conta que acontece, é a ET Número 6. Eu Sou o Número Quatro é o maior filme de efeitos especiais que Caruso já fez e ele está achando a experiência com Michael Bay, como diretor de megasucessos como Transformers e Armageddon, um ajuda valiosa. “Michael tem sido de grande ajuda com o aspecto físico do que precisa acontecer no set quando se lida com personagens CG”, explica Caruso. Ele admite que tem interesse em personagens que passam por períodos sombrios, como nos filmes citados no primeiro parágrafo. “Durante esses períodos eles descobrem onde está a luz e encontram algo bom. O que eu gostei ao explorar foi a noção de que é preciso vivenciar coisas ruins para crescer, e descobrir quem você é. Eu acho que tematicamente, isso acontece também neste filme”. No entanto, pelo menos dois críticos brasileiros, Celso Sabadin e Rubens Ewald Filho, notaram que Eu sou o Número Quatro é uma cópia mal ajambrada de Crepúsculo e que, ao contrário da bem-sucedida franquia, não vai chegar a ter continuação como se pretendia, já que fracassou nas bilheterias americanas.


Fonte:


Notícias relevantes: