Indaiatuba

Novos locais da vacina contra a raiva são definidos

Após conhecerem o resultado de uma pesquisa que ouviu 13 mil usuários do transporte coletivo de Indaiatuba, a Prefeitura e a Viação Guaianazes anunciaram nessa semana que, dentro de 90 dias, vão implantar uma série de mudanças no setor. Dentre as ações anunciadas está a compra de cinco novos ônibus, a instalação de 50 novos abrigos, a construção de dois terminais, mudanças no trajeto das linhas e a criação de um setor de fiscalização. Enquanto espera a entrega dos ônibus, a direção da empresa revelou que vai instalar 30 abrigos ainda esse mês e outros 20 em junho. Já a construção dos dois terminais vai acontecer dentro do prazo de três meses. Enquanto um dos terminais será instalado junto à rodoviária, o outro vai ser construído no bairro João Pioli. Um outro estudo promete definir onde esse terminal deve ser alojado dentro do bairro. Durante a coletiva de imprensa realizada na quarta-feira, dia 4, representantes da empresa e do Município disseram que a intenção é que essa construção seja feita antes da estrada do Buru. Segundo o secretário municipal de Administração, Núncio Lobo Costa, como até hoje não existiu uma fiscalização efetiva que pudesse avaliar a qualidade do transporte coletivo, seja junto aos terminais ou pelo trajeto, fiscais da Prefeitura vão passar a realizar esse trabalho através de um Departamento Municipal de Transportes. Porém, o projeto de otimizar as linhas que trafegam pelo Jardim Morada do Sol deve ser o mais impactante para a população. A intenção da empresa e do Executivo é fazer com que os ônibus passem a percorrer a região em trajetos que prometem diminuir o ziguezague pelas ruas do bairro. Com um traçado em linha reta, o objetivo é fazer com que os ônibus demorem menos tempo para chegar ou sair do bairro, aumentando assim o número de horários.


Fonte:


Notícias relevantes: