Indaiatuba

Programa Mais Médicos adia chegada de profissionais em Indaiatuba

De acordo com a Secretaria Municipal de Planejamento Urbano e Engenharia, que está acompanhando a reforma, a planilha da obra veio pronta da Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE) e no contrato não consta à necessidade de instalação de canteiro de obra, por se tratar de uma obra considerada de pequeno porte. Portanto, não foi exigido um banheiro químico pela Prefeitura que teria de arcar com as despesas que não estão previstas na planilha. Um acordo foi feito para compartilhar o banheiro com os profissionais, que segundo a Prefeitura é feito com o acompanhamento de funcionários da escola. Sobre a prioridade para o término da reforma no banheiro e quais etapas das obras ainda faltam a Prefeitura não forneceu nenhuma resposta.


Fonte:


Notícias relevantes: