Indaiatuba

IPTU 2014 será corrigido em cerca de 4%

A padronização e a indicação de uma única empresa responsável pela confecção de carteiras escolares feita pela ex-secretária municipal de Educação Jane Shirley Escodro Ferretti e autorizada pelo ex-prefeito José Onério da Silva (PPS) em dezembro de 2007, motivou o Ministério Público do Estado de São Paulo a instaurar uma Ação Civil Pública de Improbidade Administrativa contra os dois ex-representantes do Executivo local. No processo instaurado pelo promotor José Cláudio Zan, o MP cita que, após o pedido de padronização das carteiras produzidas pela empresa Desk Móveis, o Executivo editou um decreto que padronizou em três modelos as carteiras utilizadas nas escolas locais. Confira a matéria completa na edição impressa de amanhã do Jornal Tribuna.


Fonte:


Notícias relevantes: