Indaiatuba

Buraqueira no Jardim Europa 2 é alvo de protesto silencioso

O que era para ser um churrasco entre amigos, na tarde do último sábado, dia 3, terminou em tragédia numa cocheira, localizada no Jardim Santiago. Depois de uma discussão, o empreiteiro de obras Marcos Antonio Pedro, de 40 anos, morador na Vila Furlan, foi esfaqueado pelo empresário Adriano Disaro da Costa, de 35, residente no bairro Chácaras Areal, popularmente conhecido como Coquinho. A vítima chegou a ser socorrida, mas faleceu na manhã de domingo, dia 4, na Unidade de Terapia Intensiva, do Hospital Augusto de Oliveira Camargo (Haoc). Este foi o 13º homicídio do ano em Indaiatuba. De acordo com o Boletim de Ocorrência, a briga aconteceu por volta das 17h30, quando o empreiteiro teria chamado a atenção de seu filho adolescente, pelo fato do garoto não ter tratado do seu cavalo corretamente. Foi quando Coquinho, que não tinha sido envolvido na repressão, tomou a frente no assunto e começou a discutir com Marcos Antonio. Depois da discussão, o acusado deu um soco no rosto de Marcos Antonio, que caiu no chão. Algumas pessoas tentaram separar a briga e acalmar os ânimos e quando tudo parecia sob controle o empresário apoderou-se de uma faca de matar porco e cravou próximo da virilha da vítima, atingindo a veia femural. O empreiteiro de obras foi socorrido por amigos e levado ao pronto-socorro do Haoc. Já o agressor tentou fugir com sua motocicleta em seguida, porém, foi detido pelos participantes do churrasco, que permaneceram no local. A Guarda Municipal foi acionada e deteve Adriano Disaro em flagrante, por tentativa de homicídio.


Fonte:


Notícias relevantes: