Indaiatuba

Cruzamento na região central já soma quatro acidentes em 20 dias

Mas se a distância da família é algo que faz o alemão pensar em voltar, o emprego e uma namorada conquistada desde 2008, em sua primeira passagem por Indaiatuba, fazem com que o funcionário da empresa alemã pense em ficar na cidade, no mínimo, até a Copa do Mundo de 2014. “Tenho uma namorada brasileira, de Campinas, que conheci na primeira vez que estive aqui. Hoje não tenho previsão para voltar à Alemanha, mas o meu desejo é ficar por aqui até a Copa”, afirma.


Fonte:


Notícias relevantes: