Indaiatuba

Bancos particulares ainda não aderiram à paralisação

Com a mudança de estatística utilizada pela Secretaria de Estado da Segurança Pública, a partir deste ano Indaiatuba passou a apresentar um crescimento no número de casos de estupro. Até setembro, os 44 casos mostram que em todos os meses aconteceu um crime sexual na cidade. Segundo explicação da secretaria, isso acontece porque, com o novo conceito, crimes como ato obsceno e atentado violento ao pudor, que tinham outras qualificações, passaram a ser registrados como estupro. Por conta disso, ao contrário do que acontecia em 2010, em todos os nove meses deste ano foram registrados ao menos dois casos. Abril com oito casos e fevereiro e julho com seis são os que mais registraram estupros. Outro caso que na comparação mês a mês subiu é o de tráfico de entorpecentes que apresenta 82 ações. Com 16 registros, setembro é o mês onde mais foram apreendidos criminosos sob essa acusação. Assim como acontece com a comparação anual, os casos de homicídio doloso e culposo envolvendo acidente de trânsito, roubos, roubos de veículos, furtos e furtos de veículos também caíram na comparação entre agosto e setembro.


Fonte:


Notícias relevantes: