Indaiatuba

Campo Bonito - Candidatos gerais: Grupo II Parte 1

As alterações na sinalização de trânsito nas ruas do Jardim Morada do Sol vêm trazendo caos a moradores, comerciantes e pedestres. As vias do bairro, que antes tinham mão dupla, estão passando por mudanças para terem apenas um sentido de tráfego. As mudanças estão sendo feitas a fim de desafogar o trânsito carregado na região. Ainda em fase de fixação de placas e adaptação para o novo sentido de tráfego, já que antes era mão dupla, passar pela Rua Dr. Raul David do Valle não vem sendo tarefa fácil. Além do trânsito, que ainda segue carregado, as informações das sinalizações são completamente desencontradas. Em determinado quarteirão, há uma placa sinalizando que o sentido de tráfego da via era sentido bairro. Alguns metros à frente, boa parte das placas está cobertas por um saco plástico. A desordem se torna ainda maior mais para frente, quando há apenas a fixação do poste, sem qualquer placa de sinalização. A própria reportagem da Tribuna teve dificuldades em trafegar pela via. Ora parecia estar no sentindo certo, em outros momentos a impressão que se tinha é que estava na contramão. A dificuldade enfrentada pela reportagem é a mesma de outros veículos, que se perdem nas informações desencontradas nas placas de sinalização. “Acredito que já está na hora de concluir a mudança na via, mas até agora muitas placas estão tampadas, a sinalização horizontal também não foi feita. No horário de pico, principalmente, a situação fica complicada e o risco de colisões e atropelamentos é iminente”, ressalta o comerciante Osvaldo Mendes, de 61 anos. O transtorno na via também é relatado pelo comerciante Gilberto José Alves, de 33 anos. “Com a falta de sinalização adequada, o que mais vemos atualmente é acidente de trânsito na região. A situação que estamos enfrentando é um risco para quem passa pela via, principalmente para crianças, que são muitas no bairro, e muitas vezes atravessam a rua sem a devida atenção”, ressalta. A preocupação dos comerciantes também é como a população será informada sobre a mudança no tráfego da via. “Até agora ninguém nos falou nada. O pessoal no bairro já vive andando na contramão, se não colocar algo explicando e orientando os motoristas, o caos atual deverá ser mantido”, declarara Alves. A reportagem observou, em outras vias que passaram pelas alterações, que apenas duas faixas foram fixadas em toda a extensão de uma das vias, orientando a população sobre a mudança.


Fonte:


Notícias relevantes: