Indaiatuba

Após três meses, proprietários recebem chaves do Vitória Régia

Os futuros moradores do Condomínio Vitória Régia, localizado no Jardim dos Colibris, receberam as chaves dos apartamentos na última terça-feira. A entrega foi feita pelo prefeito Reinaldo Nogueira (PMDB), em cerimônia no Clube XVI de Janeiro.

Na ocasião, Nogueira manifestou satisfação em concluir o projeto, entregando mais 296 imóveis à população. "Quero parabenizar o Furlan e sua equipe por todo trabalho na Habitação. Sabemos que existe uma parte burocrática que é muito complicada, tivemos alguns atrasos, mas hoje é um dia de muita alegria para todos nós. Receber essa chave é um mérito de vocês que estavam com a vida organizada e conquistaram uma moradia própria", discursou.

As obras em torno do bairro continuam com vistas a levar melhor infraestrutura aos novos moradores. "O anel viário irá facilitar o trânsito para o Centro da cidade", emendou. Luiz Henrique Furlan, secretário da Habitação, também parabenizou as famílias pela conquista do imóvel e disse que podem se mudar no dia 14 de dezembro. "Durante este período que antecede a mudança, podem ser feitos o piso e outros acabamentos, além de tirar as medidas para os móveis", sugeriu.O projeto habitacional foi concretizado por meio de parceria entre a Prefeitura e a Cooperativa Habitacional, e atende famílias com renda de até três salários mínimos. Situado em uma área doada pelo poder público, o empreendimento possui infraestrutura disponibilizada no bairro, que inclui uma creche e uma escola municipal de educação básica (Emeb).

Espera

Em reportagem publicada na edição da Tribuna no final de novembro, os mutuários do Vitória Régia estavam preocupados com o atraso da entrega das chaves, prometida para o começo de outubro. Aproximadamente 80 pessoas procuraram o vereador Gervásio Aparecido da Silva (PTB) para pedir ajuda na agilidade do processo junto à Prefeitura. O parlamentar chegou a protocolar dois ofícios, convocando a Secretaria da Habitação e a Cooperativa a prestarem esclarecimentos aos proprietários sobre a conclusão das obras e a data de entrega das chaves.
Uma das moradoras, que prefere não se identificar, informou na época que estava preocupada e bastante desgastada com o problema. "Agora, finalmente estou com a chave nas mãos. Entretanto, eu e outros mutuários ficamos muito frustrados por não recebermos as chaves no dia 1º de dezembro, já que constava uma parcela em aberto, que a construtora deveria ter dado baixa - fato desconhecido por nós", conta.
Ela conclui dizendo que a questão foi solucionada já no dia seguinte, quarta-feira, quando os proprietários foram buscar as chaves diretamente na Prefeitura.

Energia

A Habitação responsabilizou a construtora MZM pelo atraso na entrega dos imóveis do Condomínio Vitória Régia. "O atraso da obra ocorreu em virtude dos ajustes no projeto elétrico, que necessita da aprovação da CPFL", declarou Furlan. Por fim, o secretário confirmou a conclusão dos serviços da concessionária de energia elétrica, que deverá estar ligada ainda na primeira quinzena deste mês.
Alguns dias antes de receberem as chaves, no dia 27 de novembro, os mutuários foram convocados a comparecer, também no XVI de Janeiro, para participarem da escolha do síndico.


Fonte:


Notícias relevantes: