Indaiatuba

Farmácia do Haoc recebe máquina unitarizadora

O setor de farmácia do Hospital Augusto de Oliveira Camargo (HAOC) recebeu um equipamento capaz de automatizar o fracionamento das embalagens dos comprimidos, cápsulas, drágeas e ampolas, além de montar kits específicos para utilização de determinado medicamento. A empresa Stolle Machinery do Brasil patrocinou a aquisição da máquina unitarizadora, utilizada para melhorar o processo de informação dos medicamentos e de trabalhar com código de barras ou deltamatrix (tridimensional) para um controle mais exato. "O código de barras é importante para melhorarmos o processo de rastreabilidade dos medicamentos, onde determinamos qual o lote do medicamento foi dispensado para cada paciente. Com o código de barras é como passar um produto no caixa do supermercado, item a item. E agiliza para montar os kits. Vamos supor que seja uma medicação intramuscular, é possível mandar a ampola, seringa, com embalagem maior, específico para cada paciente", explica a farmacêutica e coordenadora do setor, Sandra Regina Bordin Pedrini.

Se antes era necessário etiquetar manualmente cerca de 40 mil compridos por mês, com a máquina é possível fazer todo esse processo automaticamente e agregando informações úteis, tais como: se o comprimido é via oral; se pode ser triturado; se precisa ser tomado em jejum; se determinado medicamento pode causar tontura; se é de alta vigilância; se tem que verificar a pressão arterial com mais frequência; se tem risco de alergias; se o paciente precisa ser hidratado previamente e etc. São informações que auxiliam e agilizam o trabalho da enfermagem, pois normalmente não aparecem na prescrição médica.

"Vamos também linkar isso com o nosso processo de informatização que é o SisHosp. As adaptações estão sendo feitas para que se consiga usar a máquina já ligada ao software do hospital, o que deve ocorrer em breve", analisa Sandra, que também está estudando outras possibilidades oferecidas pela unitarizadora, como a padronização de determinado grupo de medicamento por cor em tarjas impressas nas embalagens. "Podemos, por exemplo, definir que o antibiótico tenha tarja vermelha e os analgésicos podem ser cor de rosa. As drogas que são fotossensíveis e reagem com a luz têm a embalagem diferenciada e que hoje eu faço manualmente no papel alumínio. São detalhes que proporcionam oferecer o medicamento com mais segurança, com mais precisão, pois o objetivo final é que esse medicamento chegue com uma qualidade melhor para o paciente".
A farmácia do HAOC funciona 24 por dia, sete dias por semana e conta com 32 funcionários e três farmacêuticos. A prescrição médica ocorre de maneira informatizada pelo SisHosp. A separação e entrega para os setores ocorre em três períodos do dia, fora casos isolados.


Fonte:


Notícias relevantes: