Indaiatuba

Chuvas estão dentro das expectativas

Em pleno verão, de temperaturas quentes, depois de ter um final de ano bastante chuvoso, inclusive com a cidade entrando em estado de atenção, Indaiatuba volta a registrar grande índice de chuvas no mês de janeiro de 2016, superando de longe os anos de 2015, 2014 e 2013. A influência do fenômeno El Niño justifica a estação mais úmida, diferente dos últimos anos.

De acordo com dados divulgados pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), colhidos no pluviômetro oficial do município, instalado na Estação de Tratamento de Água (ETA-III), no Bairro Pimenta, até ontem de manhã foram registrados 207,6 milímetros de chuva, índice superior aos meses completos dos anos passados, onde as marcas atingiram 142,9 milímetros em janeiro de 2015, 145,4 milímetros em janeiro de 2014 e 161,6 milímetros em janeiro de 2013 - meses que registraram chuvas abaixo da média.

A contagem, no entanto, já estava dentro da expectativa do Saae devido ao aumento do volume de chuvas no último semestre de 2015, levando em conta, ainda, que os meses de verão são os mais chuvosos, com totais entre 170 a 260 milímetros por mês.

Conforme informado pelo Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura (Cepagri) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), em condições normais, o verão na Região de Campinas pode ter entre 13 e 17 dias de chuva, com possibilidades de temporais nos finais de tarde, sendo caracterizado por dias encobertos e umidade do ar elevada. Em Indaiatuba, até ontem, havia chovido em 14 dias apenas.


Fonte:


Notícias relevantes: