Indaiatuba

Duplicação de rodovia não está nos planos da Prefeitura

JOÃO CECCON

Em junho de 2014, após uma série de acidentes graves e fatais, a Prefeitura de Indaiatuba iniciou uma série de obras emergenciais na Rodovia João Ceccon, que liga o município ao distrito de Cardeal, pertencente a Elias Fausto. Além da colocação de lombadas e reforços nas sinalizações, parte do acostamento da via recebeu asfaltamento. No entanto, as obras no trecho de Indaiatuba ainda não foram totalmente concluídas, principalmente no que diz respeito ao acostamento da rodovia, o que preocupa diversos motoristas que precisam transitar pelo local.

“Os serviços realizados se trataram de uma primeira fase emergencial que atendeu a necessidades de segurança viária do trecho, que era o que representava maiores riscos de acidentes”, informou a Administração Municipal, via assessoria de comunicação. “Para este ano, a Secretaria Municipal de Obras e Vias Públicas (Semop) estuda uma segunda fase de obras no acostamento da rodovia, mas ainda não existe um projeto fechado e a previsão de data para início”.

Outro ponto questionado pelos motoristas versa sobre a duplicação da rodovia. Em 2014, na época em que os acidentes aconteciam com mais frequência no local, o deputado Rogério Nogueira (DEM), atendendo a uma solicitação do prefeito Reinaldo Nogueira (PMDB), esteve no Departamento de Estradas de Rodagem (DER), em São Paulo, com o então superintendente Clodoaldo Pelissioni, pedindo a duplicação da estrada, que é de responsabilidade do Estado.

Na ocasião, o departamento estadual se comprometeu em realizar estudos para a duplicação ou construção de uma terceira faixa, obra que dependeria do levantamento do número de veículos que trafegam pela via, já que, conforme informou o DER, seria necessário mais de 20 mil veículos por dia passando pela João Ceccon.

Também questionada sobre o assunto, a Prefeitura informou que, até o momento, não existe nenhum projeto em andamento para essa duplicação.


Fonte:


Notícias relevantes: