Indaiatuba

Prefeito garante rodoviária para este ano

Está confirmado: o novo terminal rodoviário de Indaiatuba sai ainda este ano. A informação partiu do próprio prefeito, Reinaldo Nogueira (PMDB), em entrevista exclusiva à Tribuna.

Segundo o chefe do Executivo, a empresa vencedora da licitação foi a Construtora Tutida, com sede no município. "Já estou dando a ordem de serviço por esses dias", garantiu o prefeito, na quinta-feira. "O serviço deve iniciar nas próximas duas semanas, com a montagem do canteiro de obras", emendou.

O novo terminal rodoviário será instalado em um terreno de 25,1 mil metros quadrados, na Rua dos Indaiás, saída para o quilômetro 53 da Rodovia Santos Dumont, no Bairro Santa Cruz. Em setembro do ano passado, a Secretaria de Obras e Vias Públicas (Semop) deu início ao trabalho de nivelamento e preparação do terreno. À época, a Pasta ressaltou que as operações iniciais poderiam ter sido inclusas na licitação, porém, a Prefeitura assumiu a tarefa a fim de baratear os custos da obra.

O prazo do edital de licitação 166/2015 foi divulgado em meados de outubro de 2015, e no documento de 25 páginas constam todas as despesas decorrentes da contratação, que correm à conta da dotação orçamentária vigente da Secretaria de Urbanismo e Meio Ambiente (Semurb). O valor total foi estimado em R$ 11,7 milhões, sendo R$ 7,6 milhões para material e R$ 4 milhões para mão de obra.

A área construída do terminal será de 5,7 metros quadrados, a qual irá abrigar 15 baias para ônibus intermunicipais, com saguão, telefones públicos, caixas eletrônicos, guichê de informações, lojas, bilheterias, área de espera com sanitários acessíveis e quiosques, além de áreas de embarque e desembarque. Estão previstos ainda 130 vagas no estacionamento e cinco baias para ônibus circular, praça de alimentação, salão de exposições, posto policial, conselho tutelar, ambulatório e posto do Departamento Nacional de Estradas de Rodagem e Departamento de Estradas de Rodagem (DNER-DER). "Até o final deste ano a rodoviária já estará pronta", garantiu Nogueira.

Aprovação popular

A notícia da nova rodoviária agradou a população dos bairros no entorno da Rua dos Indaiás, que no futuro não terão mais que se deslocar até o Centro para tomar o transporte para outras cidades. "Espero que ali tenha ônibus direto para lugares mais distantes, como a praia, por exemplo. Assim, não seremos mais obrigados a pegar vários ônibus só para descansar um final de semana", comenta o aposentado Antônio Carlos da Silva, que mora no Jardim do Sol.

No início de 2015, o prefeito havia falado à Tribuna que pretendia iniciar as obras da rodoviária; então, para que o projeto da Semop fosse levado a termo, foi concluído o estudo de impacto de trânsito, por meio da abertura de novas vias para aliviar o fluxo de veículos no local.

Em março do mesmo ano, a Prefeitura anunciou que seria lançada a licitação para a obra, porém, isso só aconteceu em outubro. Entretanto, a história do novo terminal é mais antiga, já que em 2004 foi aberto um certame, que foi cancelado em seguida por não haverem escolhido ainda o espaço para as obras; o local definitivo só seria anunciado três anos mais tarde, em 2007.


Fonte:


Notícias relevantes: