Indaiatuba

Moradora resgata cães no Campo Bonito

Amplamente divulgado desde antes das mudanças para o Parque Campo Bonito, nesta semana, o abandono de animais no novo bairro ganhou grande repercussão nas redes sociais.

Segundo protetores e ONGs, os bichos, principalmente cães, foram deixados para trás pelos mutuários em suas antigas moradias. Nessa hora, algumas pessoas acabam fazendo a diferença.

A dona de casa Ana Lúcia da Silva de Alcides, de 32 anos, é proprietária de uma das casas no Campo Bonito. Ela poderia ser apenas mais uma moradora do bairro, porém, em pouco tempo já fez a diferença. É a 'moça dos cachorros', que abriga em seu lar oito animais que foram descartados por seus antigos donos.

"Quando me mudei para cá, eu tinha só dois", conta ela, apontando para os animais. "Depois, foram surgindo outros e eu recolhi. Hoje, tem oito que vivem aqui, fora os dez que estão na rua e eu dou água e comida". Além desses, ela tem também uns 12 cachorros que foram deixados no anel viário, que ela cuida em parceria com outra pessoa.

Ana mora na casa com o marido, o pai e um sobrinho - e eles pensam que ela já passou dos limites. "Eles me falaram isso", comenta Ana, sorrindo. "Mas, se eu vejo um cachorro muito pequeno, que não consegue se virar sozinho, já coloco para dentro de casa".

Apaixonada pelos animais, a dona de casa não mede esforços para salvar aqueles que cruzam seu caminho. Ela revela que já vendeu sapatos e roupas para comprar coisas para seus protegidos. "Este aqui" - diz ela, apontando para o cão batizado de Beethoven - "eu encontrei no Bairro Cecap, em frente a um supermercado. De todos os que estão comigo, só dois foram adotados; o restante eu resgatei das ruas", lembra. "Eu queria ter mais objetos para vender e poder fazer mais por eles", acrescenta.

Sobre as despesas que tem para cuidar de todos os animais que encontra, Ana fala que tem se utilizado das redes sociais para pedir ajuda."No começo, eu comprava dois ou três quilos de ração a cada dois dias; quando vi que não estava dando conta, pedi ajuda no Facebook e várias pessoas vieram aqui trazer ração e remédios contra vermes e carrapatos. Até mesmo casinhas eles me doaram, pois quando chovia, eu colocava todos dentro de casa, para desespero do meu marido", brinca. "Fiquei sabendo de muitos animais abandonados em suas antigas casas, e acho que já estão perdendo o controle, porque as protetoras também estão, como eu, com muitos cachorros em suas casas".


Fonte:


Notícias relevantes: