Indaiatuba

Leitor denuncia possíveis falhas em postes

A Tribuna recebeu uma denúncia sobre a falta de manutenção em alguns dos postes de energia espalhados pela cidade. Especificamente, as estruturas estão localizadas na Rua Cerqueira César, uma no cruzamento com a Rua Hércules Mazzoni e a outra na Praça Prudente de Moraes. O alerta foi feito por um morador de Salto, que trabalhou por mais de 35 anos na antiga Light/Eletropaulo, e veio visitar familiares em Indaiatuba.

"No poste da praça, notei que uma das fases da cruzeta de circuito secundário está caída sobre a árvore. Se despencar sobre uma pessoa, pode matar. A cruzeta, que hoje não se utiliza mais, deve ser retirada e substituída por cabo multiplexado", sugeriu. "No cruzamento da mesma rua com a Hércules Mazzoni também tem um poste no qual a cruzeta está podre e pode cair a qualquer momento. Ela sustenta o circuito de 25 kw, que é de alta tensão, enquanto o da praça é circuito secundário".

Procurada pela Reportagem, a CPFL Piratininga, responsável pelos postes de energia da cidade, disse que para garantir qualidade do fornecimento de energia elétrica na área de concessão de sua responsabilidade faz uso de diversos tipos de tecnologias que atendem ao investimento responsável, exigido pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), mantendo uma situação de equilíbrio entre a qualidade do fornecimento de energia elétrica, bem como os custos de investimento que, a logo prazo, impactam no preço da tarifa de energia elétrica na área de concessão.

"Em 2015, a distribuidora realizou mais de R$ 8,3 milhões em investimentos no sistema elétrico em Indaiatuba que se refletem em troca de tecnologias mais antigas por redes mais modernas e confiáveis", informou a assessoria de imprensa da companhia. "Tanto a rede nua, que precisa da cruzeta para sustentar os cabos no topo dos postes, quanto as redes compactas multiplexadas são tecnologias confiáveis e encontram-se em uso pela distribuidora atualmente".

A respeito dos locais destacados pela Tribuna, no entanto, a CPFL Piratininga se comprometeu a enviar uma equipe técnica para verificar as condições da rede e executar manutenção, caso haja necessidade.

(Leandro Povinelli)


Fonte:


Notícias relevantes: