Indaiatuba

Conta de luz deve ficar 6,5% mais barata

LUZ

A conta de luz ficará 6,5% mais barata a partir de abril. A notícia foi anunciada por Eduardo Braga, ministro de Minas e Energia, na noite de quinta-feira. O alívio para o bolso do consumidor será possível por meio da adoção da bandeira verde no sistema de bandeiras tarifárias.

A decisão foi tomada após reunião entre o ministro, o diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Romeu Rufino, e o presidente do Operador Nacional do Sistema (ONS), Hermes Chipp. O fator que influenciou para a medida foi a recuperação dos reservatórios nas regiões Sudeste e Nordeste, possibilitando o desligamento das térmicas mais caras.

Em março serão desligadas 22 usinas termelétricas - 15 a mais do que as sete usinas divulgadas no início do mês. Com o número maior de termelétricas desligadas, será possível implantar a bandeira verde em abril, fazendo com que as contas de luz referentes ao consumo fiquem livres da taxa extra.

"Não teremos mais ônus de bandeira para o consumidor", disse Braga. Segundo ele, a decisão foi possível graças ao ingresso de novas usinas (oriundas de diversas fontes), do período chuvoso, que abasteceu os reservatórios, e do comportamento estável do consumo no Brasil. "A economia adicional para o setor elétrico deve atingir os R$ 8 bilhões no ano", emendou Braga, ao referir-se às 15 usinas mencionadas no dia 25, que juntas somam 3 mil MW.

No total, as 22 usinas que serão desligadas na próxima semana vão somar 5 mil MW, o que irá representar uma economia de R$ 10 bilhões ao ano - neste cálculo já estão inclusas as sete usinas anunciadas, com capacidade de 2 mil MW, e economia de R$ 2 bi anuais para o sistema elétrico.


Fonte:


Notícias relevantes: