Indaiatuba

Início da obra de viaduto atrasa novamente

Segundo havia anunciado a Prefeitura na segunda quinzena de fevereiro, as obras do primeiro viaduto da cidade deveriam ter começado até segunda-feira, porém, mais uma vez, o início dos trabalhos foi adiado. De acordo com a Secretaria de Obras e Vias Públicas (Semop), o motivo do atraso foi o período de intensa chuva.

Esta não é a primeira vez da prorrogação, que ocorre há mais de um ano. "O canteiro de obras já está montado, mas a chuva atrapalhou um pouco o início dos serviços", esclareceu o secretário José Carlos Selone.

O viaduto será construído na Avenida Engenheiro Fábio Roberto Barnabé, no cruzamento com a Avenida Manoel Ruz Peres, Jardim Hubert. A licitação foi aberta em novembro do ano passado, pouco tempo antes do primeiro prazo informado para a conclusão das obras. Isso fez com que o processo atrasasse em um ano. "Nesta semana nós realizamos uma reunião com a direção da empresa, e ficou definido que os trabalhos devem começar até o final da semana que vem", garantiu Selone.

Além do fator climático, a primeira razão para o atraso do projeto foi a demora na análise da documentação solicitada pela Caixa Econômica Federal (CEF), declarou a Administração Municipal, no final de 2015. A instituição bancária, por sua vez, aguardava a abertura da licitação para que pudesse liberar o aporte financeiro.

Há aproximadamente um mês e meio, a Semop emitiu a ordem de serviço para que a empresa responsável fizesse a montagem do canteiro de obras. O prazo inicial para a conclusão dos trabalhos e entrega do elevado estava fixado para dezembro deste ano. Porém, questionada, a Semop respondeu que o prazo é de 12 meses, mas ainda não pode dar garantias de que não haverá acréscimos na data limite.

Estrutura

O investimento será de R$ 5.289.436,22, incluindo o recapeamento das vias do entorno e drenagem e contenção do córrego Barnabé. Serão 385,7 metros de extensão total, entre acesso e elevado, e a construção irá utilizar o sistema de terra armada, que não deixa vãos nas laterais da pista. A pavimentação irá abranger uma área de 2.291,04 metros quadrados (m²), além dos 507,37m² do acesso; o trecho de terra armada terá 1.428m², com uma estrutura aérea de 355,67m².
A área total de recapeamento será de 27.857,3m², dividida em quatro trechos, sendo o primeiro de 13.466,77m² (Rua Soldado João Carlos de Oliveira Junior); o segundo, de 3.962,50m² (Rua João Giaquinto); os outros dois trechos, de 5.370,08m² e 5.057,95m², estão na Avenida Engenheiro Fábio Roberto Barnabé.


Fonte:


Notícias relevantes: