Indaiatuba

Repasse será feito de acordo com o cronograma da obra

O repasse dos recursos será feito de acordo com o cronograma da construção. O dentista e membro da equipe de gestão da Secretaria de Saúde, Eric Garcia, especificou também que a prestação de contas será feita tanto para o CMS quanto para o Tribunal de Contas.

O custo total estimado do projeto ficará em torno de R$ 20 milhões. Para viabilizar toda a construção, a Fundação, que é mantenedora do Haoc, conta com parceria da Prefeitura e também com empresas da iniciativa privada, através de contribuição filantrópica.

Luiz Medeiros, que também é membro dos Conselhos Estadual e Federal, ressalta que o aporte é apenas para construir o prédio. "Não contempla a compra de móveis e equipamentos tecnológicos", salienta. "De qualquer modo, estou muito feliz, pois Indaiatuba está na contramão da crise - basta vermos a situação crítica das santas casas e os vários hospitais públicos em vias de fechar, e nós conseguimos dar continuidade a uma obra deste porte", examina.

Manifesto

O líder do Conselho menciona também o manifesto para a aprovação da PEC 01, que prevê a manutenção dos recursos para a Saúde. "A emenda 86/2015 reduz os recursos em 1,6%; pode parecer pouco, mas significa R$ 10 bilhões a menos na Saúde. Por isso, solicitamos à população nas redes sociais que pressione o Congresso, junto a deputados e demais lideranças, para que aprove a PEC", destaca Medeiros.


Fonte:


Notícias relevantes: