Indaiatuba

Idosa consegue carta para ser encaminhada à Unicamp

A senhora de 83 anos, que estava com problemas de saúde e ficou internada no Hospital Augusto de Oliveira Camargo (Haoc) em fevereiro deste ano conseguiu ontem uma carta de transferência para fazer tratamento no Hospital de Clínicas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

Segundo a filha da paciente, Sonia Regina Domingues, sua mãe apenas conseguiu o encaminhamento após passar por um oncologista no Hospital Dia. "Fui até o Haoc e falei com um cirurgião, expliquei que o caso dela é grave, que ela precisa fazer um tratamento para varizes gástricas e que ela foi diagnosticada com células cancerígenas, fora os outros problemas de saúde", lembra. "O médico disse que não poderia interná-la porque não tinha este tratamento para as varizes no Haoc e não me deu uma carta de encaminhamento ao hospital da Unicamp, em que descrevia o risco de morte que ela corre, por isso não consegui encaminhamento imediato".

Ela conseguiu a carta, então, com o oncologista do Hospital Dia. "Agora, com esta carta vou entrar com um advogado para conseguir o encaminhamento dela com urgência", relata. "Fico indignada porque minha mãe está sofrendo com dores desde julho do ano passado, se o médico tivesse pedido exames antes, ela não estaria passando por isso", reclama.

Segundo o Haoc, por meio de sua assessoria de imprensa, o hospital só faz encaminhamento à Unicamp ou outro serviço fora de Indaiatuba, apenas para pacientes internados e esta ação é realizada via a Central de Regulação de Oferta de Serviço de Saúde (Cross). "Os casos ambulatoriais, independente de gravidade maior ou menor são triados e conduzidos pelo Hospital Dia; este sim, via Regulação Regional, faz o encaminhamento pertinente", esclarece.

O caso

A senhora de 83 anos começou a ter um mal-estar em julho de 2015 e só conseguiu ter um diagnóstico e ser internada, pelo Sistema Único de Saúde (SUS), no dia 10 de fevereiro, mas ainda enfrentou problemas com o mau atendimento e falta de informação, segundo sua filha Sônia. A paciente recebeu alta no dia 23 de fevereiro e desde então Sonia buscava encaminhamento para a Unicamp.


Fonte:


Notícias relevantes: