Indaiatuba

Saúde dá dicas para os cuidados contra o vírus H1N1

A campanha de vacinação contra a gripe tem início no dia 30 de abril, e segue até 20 de maio. Por isso, a SMS divulgou ontem uma nota alertando para os perigos do vírus Influenza (H1N1). A prioridade é imunizar as pessoas pertencentes aos grupos de risco como profissionais de saúde, idosos, crianças menores de cinco anos, grávidas, puérperas, doentes crônicos e outras comorbidades. Depois de amanhã, a equipe da Vigilância Epidemiológica participará de uma reunião com os representantes do Controle de Vigilância Epidemiológica (CVE-Campinas) para obter informações gerais sobre a campanha de 2016.

Graziela Drigo Bossolan Garcia, assessora da Pasta, ressalta que a Influenza A, (H1N1) uma doença respiratória, tem sintomas e complicações semelhantes aos da gripe comum, e colocou os Estados da região sudeste em alerta. "Desde que começou o surto, a Secretaria trabalha em alerta com toda a rede pública de saúde do município, como os dois os Hospitais: Haoc, Santa Inês e UPA 24 Horas. Outra preocupação é divulgar para a população, quais são os sintomas, cuidados e quando procurar ajuda médica".

A diretora da Vigilância em Saúde, Rita de Cássia Ferraz Vaz, explicou que é difícil diferenciar a gripe causada pelo H1N1 de um resfriado comum. "A preocupação maior é a Síndrome Respiratória Aguda Grave; se perceber sintomas como febre acima de 38 graus e tosse, acompanhadas ou não de dor de garganta, procure o médico ou unidade de saúde mais próxima", indica.

Sobre o medicamento Tamiflu, utilizado no combate ao H1N1, Rita alerta que é recomendado apenas aos pacientes graves do grupo de risco e com diagnóstico. "Se for usado de forma indiscriminada por pessoas que não estão doentes, o vírus pode ficar ainda mais resistente", reforça.

Dessa forma, Rita garante que o melhor ainda é a prevenção. "Além da vacina, é importante ter uma dieta bastante saudável, deixar os ambientes arejados, lavar as mãos com água e sabão, incluir o álcool em gel no cotidiano, usar lenço descartável para espirrar ou tossir; se estiver doente, evite sair de casa", complementa.


Fonte:


Notícias relevantes: