Indaiatuba

Perícia no SUS depende de burocracias

Em março, um decreto assinado pela presidente Dilma Rousseff (PT) propôs mudanças nas regras para quem se beneficia do auxílio-doença, indicando a possibilidade do INSS realizar convênio com o Sistema Único de Saúde (SUS) para a realização de perícia médica.

Sobre o estabelecimento deste convênio com o SUS, a assessoria do instituto informou que as alterações ainda dependem de regulamentação e ajustes nos sistemas informatizados para que possam ser colocadas em prática; o que vem sendo providenciado pelos ministérios do Trabalho, da Previdência e da Saúde.

Na prática, o empregado poderá retornar ao trabalho no dia seguinte à data indicada para a sua recuperação, independentemente de realização da perícia médica. A Agência Nacional dos Médicos Peritos (ANMP) repudiou a medida, alegando a facilidade de haver fraudes ou concessões indevidas.

Na ocasião, o presidente da entidade, Francisco Cardoso, apontou para a chance de se utilizar o fato para a distribuição de benefícios políticos. "Existe também um projeto político de usar o SUS como cabo eleitoral de distribuição de benefícios sem perícias nas cidades eleitas pelo governo para este fim, coisa impossível de se fazer por meio da nossa carreira", lamentou.


Fonte:


Notícias relevantes: