Indaiatuba

Igrejas e creches fazem alerta para prevenção

Como medida de proteção e prevenção da contaminação com a gripe, a Arquidiocese de Campinas enviou uma carta às igrejas católicas da região para que adotem medidas preventivas. Na carta, pede para que todas as paróquias, comunidades e capelas que haja boa ventilação dos ambientes. "Que nas celebrações litúrgicas comunitárias evite-se o cumprimento da saudação da paz; que os fiéis evitem dar as mãos durante a oração do Pai Nosso; que a Sagrada Comunhão seja ministrada somente na espécie do pão Consagrado e diretamente nas mãos dos fiéis, que os ministros do altar estejam atentos à necessária higienização das mãos com água e álcool gel antes e depois da distribuição da Sagrada Comunhão", detalha.

As creches municipais da cidade também adotaram medidas de prevenção. Segundo a Secretaria Municipal de Educação, as unidades são orientadas sobre procedimentos e cuidados com a higiene das mãos, utensílios, ventilação dos espaços. "Também são orientadas do uso de álcool gel em todas as salas, sabonetes líquidos em todos os banheiros. Esses são procedimentos que já fazem parte da rotina de cuidados das creches", informa.

Já a criança que está com febre e resfriado, de acordo com a Pasta, só é afastada se houver recomendação médica ou por iniciativa da creche em casos de febre reiterada. "Quando há ocorrência de gripe com febre e outros sintomas, a criança é encaminhada ao atendimento médico e o retorno da criança nesse caso só ocorre com a autorização médica preenchida nesse documento ou receituário médico, comprovando que houve o atendimento e a criança está em condições de ir à creche".


Fonte:


Notícias relevantes: