Indaiatuba

Pesquisa aponta que 50% deixarão de comprar presentes este ano

A pesquisa sobre intenção de compra da Federação e do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp e Ciesp) revelou que, em 2016, 50% dos consumidores não irão gastar com presentes para as mães. Elaborado desde 2011, o estudo é realizado pelo Instituto Ipsos Public Affairs e tem o objetivo de conhecer as expectativas de compras na data.

Entre o público analisado, 45% se mostraram dispostos a comprar, 50% afirmaram que não irão gastar este ano, e 5% não souberam opinar ou não responderam. Em 2015, os percentuais foram de 47% para sim e 46% para não. Os dados apontaram ainda que 30% dos entrevistados irão gastar menos com presentes. No ano passado, este percentual ficou em 12%. O total de consumidores que estimam ter o mesmo gasto que tiveram em 2015 também foi reduzido - de 49% para 35% (o menor nível da série).

Os especialistas do Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos (Depecon) da Fiesp/Ciesp, consideram que, desde o início da pesquisa, em 2011, esta é a segunda vez que o percentual daqueles que não pretendem comprar presente é maior do que os que têm intenção de compra. O motivo desse comportamento é o aumento do endividamento da população brasileira, já que 51% dos consumidores assumiram estar devendo mais do que no ano passado (em que o total foi de 38%).

A amostra desta edição contemplou 1,2 mil pessoas, que responderam ao questionário no período entre os dias 13 e 30 de março. O estudo apontou ainda que 78% dos consumidores pretendem pagar à vista pelas compras; e que a preferência pelo parcelamento aumentou de 14% (2015) para 22% (2016). Os itens de vestuário e perfumaria continuam sendo os preferidos.


Fonte:


Notícias relevantes: