Indaiatuba

Cidade tem 353 notificações de dengue

O município teve neste ano 353 notificações de dengue. De acordo com a Saúde, 201 pessoas aguardam resultado, 45 casos foram descartados, um foi inconclusivo, e 106 são positivos. Dos casos confirmados, 90 são autóctones, 13 importados residentes e três importados não residentes.

A cidade também teve em 2016 dois casos notificados de chikungunya, sendo um descartado e um confirmado importado. Já em relação à zika, foram cinco notificados, sendo quatro gestantes que já tiveram resultado negativo para o vírus e um homem ainda aguarda resultado.

Testes

As pessoas que aguardam resultado do Instituto Adolfo Lutz vão ter que esperar mais um pouco, já que o instituto continua desbastecido dos kits para detectar dengue e H1N1.

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, neste ano, o Governo Federal enviou apenas 520 kits a São Paulo, o que representa apenas 17% do total de 3 mil kits solicitados desde outubro de 2015 ao Ministério, responsável pela compra e distribuição desses materiais para todo o Brasil.

Em relação à demora na realização de testes de influenza, a Secretaria de Estado da Saúde informa que a obrigatoriedade da aquisição e do fornecimento detestes para diagnóstico de influenza é do Ministério da Saúde. "A realização de testes de PCR para diagnóstico de influenza está prejudicada devido ao atraso nos repasses de kits por parte do Ministério da Saúde. O laboratório já solicitou ao órgão o quantitativo para atender toda a demanda do Estado de São Paulo; porém, até o momento, não recebeu o material necessário. Cabe esclarecer que os testes por imunofluorescência não permitem subtipar o vírus que infectou os pacientes. Apenas o PCR (reação em cadeia de polimerase) permite a identificação dos subtipos de influenza", informou o instituto por meio de sua assessoria de imprensa.


Fonte:


Notícias relevantes: