Indaiatuba

Mega plantio completou cinco meses

O mega plantio teve início por volta das 8h30 do dia 28 de novembro de 2015, e contou com a adesão de mais de 12 mil voluntários, além do apoio das secretarias de Obras, Educação, Saúde, Urbanismo e Meio Ambiente e de Governo, da Fundação Indaiatubana de Educação e Cultura (Fiec) e do Corpo de Bombeiros.

Foram plantadas em um dia 110 mil mudas e, dentre as espécies, 125 eram nativas, determinadas e aprovadas pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb). Na ocasião, o prefeito Reinaldo Nogueira (PMDB) falou que a barragem do Capivari-Mirim irá garantir água para o município nos próximos 20 anos, além de ser um espaço de lazer e cuidado com o meio ambiente.

A ação foi inédita no município e enviada ao Livro dos Recordes, como o maior plantio nesse espaço de tempo. A iniciativa teve como objetivo principal envolver as pessoas na questão ecológica, já que as árvores plantadas formam a mata ciliar em torno do rio, protegendo o manancial e conservando a fauna regional.

Histórico

O projeto foi elaborado em 2006, e no ano seguinte, o deputado federal Milton Monti (PR), juntamente com Rogério Nogueira (deputado estadual pelo DEM), conseguiu a verba a fundo perdido, por meio da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), no total de
R$ 12,3 milhões.

Em dezembro de 2011, o projeto recebeu outorga do barramento e a licença de instalação da Cetesb. Dois anos mais tarde, em julho de 2013, foi liberada a ordem de serviço para execução da obra.

"Começamos a planejar o futuro do abastecimento da cidade há mais de dez anos, muito antes de se falar em crise hídrica. Indaiatuba, mais uma vez saiu na frente. Importante também é agradecer a todos os funcionários do Saae pelo empenho e dedicação, pois essa não é uma obra que se faz sozinho", declarou o prefeito na época.


Fonte:


Notícias relevantes: