Indaiatuba

Lojista iniciou na modalidade ano passado e já conta com faturamento de 40%

O empresário Luiz Felipe Schlittler atua com o marketplace desde o início de 2015. Hoje, ele atua no Rio Grande do Sul e tem sua matriz em Indaiatuba, onde gira boa parte de seus negócios. A unidade local também funciona como centro de distribuição.

"Descobri o marketplace no início do ano passado, quando recebi um e-mail marketing da Cnova, informando sobre a possibilidade de vendermos nossos produtos em grandes redes. Na época, a nossa empresa (RS Performance), que é voltada para o ramo automotivo de alta performance, estava no início das atividades e, como somos exclusivamente voltados ao e-commerce, vimos ali uma boa oportunidade de alcançar um público maior", conta Schlittler.

Ele comenta que o fator visibilidade foi o mais significativo para que aderisse ao negócio. "Devido ao fato de ainda não sermos uma referência no mercado, e por vendermos apenas pela internet, um ambiente que oferece muitos riscos aos consumidores, reconhecemos a chance de parceria com grandes marcas, a fim de tornar nossos produtos conhecidos. Além disso, o pagamento facilitado em até 12 vezes sem juros, com taxas atraentes, chamou muito nossa atenção", acrescenta o lojista.

Ele fala ainda que no início operava com uma marca, a fim de fazer uma experiência. "Agora trabalhamos com três, e elas representam 40% do nosso faturamento", comemora Schlittler. "O marketplace é uma excelente oportunidade de levar seus produtos a milhares de pessoas em todos os cantos do Brasil. É possível que a empresa pequena usufrua de toda estrutura e venda seus produtos nas grandes redes, o que antes só era possível aos vendedores de maior porte", esclarece.

Por fim, o lojista revela uma dica para quem está iniciando no negócio. "Após cadastrar seus produtos no marketplace, utilize as redes sociais para informar seus clientes que estes produtos estão disponíveis nos canais, com condições de pagamento facilitada".


Fonte:


Notícias relevantes: